Colabore com o Farol

Com apenas R$10 por mês você mantém viva a reportagem na Grande Florianópolis

Saiba como ajudar

Ave de Rapina: Gean Loureiro orientou empresários denunciados pelo MPSC sobre projeto de lei

Empresário acusado de ser o pivô do esquema de pagamento de propina para vereadores diz em email que concedeu 15 outdoors para candidato a prefeito de Florianópolis no Natal de 2013. Na troca de mensagens apreendida pela PF, outros dois políticos também são citados: o deputado federal Jorginho Mello (PR) e a deputada Dirce Heiderscheidt (PMDB).
Leia Mais

Polícia Federal afirma que Badeko cometeu crime de lavagem de dinheiro

Além de revelar ocultação de dois imóveis, documento da PF também informa que vereador de Florianópolis, denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) na Operação Ave de Rapina, tem uma movimentação financeira incompatível com suas receitas declaradas ao Fisco no valor de R$ 502.471,87. O vereador candidato à reeleição Marcos Aurélio Espíndola, o Badeko (PHS), responde pelos crimes de concussão, corrupção passiva, advocacia administrativa e organização criminosa.Leia Mais

MPSC quer avaliar conduta de prefeito de Florianópolis

Além de confirmar a reportagem do Farol publicada na última sexta-feira (9), a denúncia oferecida pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) na Operação Ave de Rapina e relacionada com a tramitação do projeto de lei Cidade Limpa também revela detalhes da participação dos 10 vereadores denunciados para publicação de um decreto que beneficiou os empresários do setor de mídia exterior.Leia Mais

Comissão pede interdição do Instituto de Cardiologia de SC

Unidade de saúde atingiu taxa de infecção de 60% de bactérias multirresistentes, segundo serviço de Vigilância Sanitária do Instituto. Para a médica e a enfermeira que assinam o comunicado, situação coloca em risco “a integridade de qualquer paciente que venha a ocupar um leito” e expõe possibilidade de transmissão cruzada dos microrganismos entre internados e servidores.Leia Mais